Quais as origens do design moderno?

O design moderno possui várias influências e é bem diversificado em seus formatos. Hoje, muitas peças são construídas com inspirações em movimentos de arte do século XIX e XX, que dão vida a novas linhas e conceitos, misturando essas ideias para criar artigos bastante revolucionários.

Esse impacto foi resultado dos pensamentos e obras de grandes nomes, como Pablo Picasso, Frank Lloyd Wright, Andy Warhol e muitos outros. Além disso, o design também foi muito influenciado pelas descobertas científicas e psicológicas que permitiram a expansão da consciência de artistas, arquitetos e designers.

Veremos agora algumas dessas referências que moldaram o atual conceito de design. Confira!

Art Nouveau

Também conhecido como a “Arte Nova”, surgiu no fim do século XIX na Bélgica e durou até cerca de 1920. Ele foi idealizado para seguir as inovações trazidas pela revolução industrial e quebrar as barreiras que ainda eram impostas pela arte clássica, baseadas no renascentismo.

Ela mudou uma série de formatos, sejam nos móveis, tecidos, joias, anúncios etc. Entre suas características estavam os motivos botânicos, curvas assimétricas, linhas exuberantes, traços elegantes, entre outras. Essa arte foi praticada com dedicação por Henry van de Velde, Antonio Gaudí, Victor Horta, Alfons Mucha, Hector Guimard, Charles Mackintosh e muitos outros.

Cubismo

Pintado em 1907, por Pablo Picasso, a obra “Les Demoiselles dAvignon” é considerada como o início dessa expressão. Ela utiliza formas geométricas para transpor o mundo tridimensional em um plano bidimensional. Além da pintura, foram feitas colagens e gravação de letras para compor as telas.

Essa forma de arte inspirou não só a pintura e o design, mas também a tipografia e incentivou o uso da abstração geométrica nas obras. Os destaques ficam para os trabalhos de Pablo Picasso e Georges Braque, precursores desse movimento, que inspirou o Futurismo, Construtivismo e o De stijl.

Futurismo

Surgiu com a publicação do Manifesto do futurismo pelo poeta Filippo Marinetti, em 1909. Ele desejava revolucionar as artes a fim de glorificar aspectos da nova sociedade científica e industrial, como carros, aviões e máquinas em geral, para gerar essa visão do futuro.

Os futuristas usavam tipos e cores para expressar ideias, assim, as letras e palavras se transformavam em formas visuais, com significados diferentes a depender dos formatos ou pesos. Além de Marinetti, outra figura importante foi o designer Fortunato Depero, com sua obra “Depero Futurista”.

De Stijl

Surgido na Holanda, em 1917, foi uma das grandes influências do design do século XX. Entre seus participantes estão, além do fundador do movimento Theo van Doesburg, também Piet Mondrian, Bart van der Leck, e o arquiteto J.J.P Oud. Entre suas características, estão a rígida precisão na divisão do espaço, a assimetria, o uso das formas básicas, cores primárias e a simplicidade.

Além disso, eliminaram-se as curvas e os tipos usados eram feitos com blocos retangulares e sem serifa. A ideia maior era encontrar o equilíbrio de uma lei universal e da matemática do universo. Com eles, foi criado o termo neoplasticismo, que se tornou sinônimo desse estilo.

Bauhaus

Considera por muitos como a escola de arte mais influente do século XX. Foi fundada por Walter Gropius, em 1919, na Alemanha. Ela visava resgatar o contato entre a produção industrial e a arte, como uma maneira de unir artesãos, designers, arquitetos, engenheiros e artistas para pensar e criar modelos que pudessem ser fabricados em grande escala.

A ideia principal era a fusão entre a forma e a função dos projetos, que eram voltados para a racionalidade e a simplificação, com o intuito de atender as necessidades do povo. Um dos maiores influenciadores desse movimento para o design foi o húngaro Lásló Moholy-Nagy, que defendia que a tipografia deveria servir como uma ferramenta para trazer mais clareza e legibilidade à comunicação.

O design moderno ainda possui muitas outras influências importantes, essas são só uma amostra da quantidade de fontes que ele recebeu. Por isso, sinta-se livre para pesquisar mais sobre o assunto e se identificar com certos aspectos que ainda são vistos hoje em dia.

Se você conhece outros movimentos que influenciaram o design, deixe um comentário e vamos debater sobre o assunto!

Leave a Comment

Filed under Blogging

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *